Páginas

sábado, 12 de março de 2011

Expedição Científica do NOc Peroá I na Reentrância do Joanes

Mais uma vez uma vez um grupo de testemidos oceanográfos embarcaram no NOc Peroá I para investigar a Reentrância do Joanes (Figura abaixo). Em todo o litoral norte do Estado este é o local que apresenta a maior acumulação de sedimentos lamosos na plataforma continental. A reentrância forma uma espécie de anfiteatro que aprisiona sedimentos finos e que passa no sentido do talude para um sistema de vales-cânions submarinos. Em breve quando finalizarmos o tratamento dos dados coletados teremos mais a informar.
 A Reentrância do Joanes
Como aconteceu em outras ocasiões a equipe permaneceu embarcada durante quase uma semana, realizando batimetria e coletando amostras de sedimento e bentos. Desta vez o NOc Peroá I foi modificado, com a instalação de um camarote para os pesquisadores. Uma melhoria na alimentação diária foi possivel com a liberação da caça a bordo. Brincadeiras à parte o pessoal está de parabéns limitações do trabalho oceanográfico no Estado da Bahia, o Estado com a mais extensa linha de costa do Brasil, não é mesmo??

 NOc Peroá I - Veja o clip do YouTube abaixo


Equipe Científica - Gustavo, Alina, Adriana e Luiza
Camarote da Equipe Científica

A caça foi liberada a bordo
Restaurante
Refeição típica - Dourado com arroz e jacuba
O trabalho continua à noite
Hora do Banho
"Deep Blue"
"Deep Blue"
"Deep Blue"

Para encerrar o "Balanço das Ondas" (performance de Luiza Lopes)



Um comentário:

  1. parabéns pelo trabalho! é realmente uma região de água muito poluída como dizem?

    ResponderExcluir