Páginas

quarta-feira, 31 de março de 2010

O Porto de Chennai - India


Na semana passada eu tive a oportunidade de visitar o Porto de Chennai (Madras) na costa oriental da India. O porto de Chennai é um exemplo típico do impacto de estruturas portuárias no transporte longitudinal de sedimentos. A primeira vez que ouvi falar neste porto foi no clássico livro-texto de Paul Komar - Beach Processes and Sedimentation enquanto fazia meu mestrado, no início dos anos 80. Mal sabia eu que um dia visitaria este porto tão distante. A construção do porto teve início em 1876 e foi sucessivamente ampliado. A região experimenta uma intensa deriva litorânea com sentido sul norte e a construção do porto acabou retendo uma grande quantidade de sedimentos a sul, dando origem à Marina Beach, enquanto desencadeou um intenso processo erosivo a norte, com a linha de costa recuando cerca de 500 m desde o inicio da construção do porto, tornando necessária a implantação de obras de engenharia para proteção da costa (molhes)
Este é o diagrama que aparece no livro de Komar, que por sua vez foi extraído de um trabalho de 1919 de  FJE Springs. Observe que desde então o porto aumentou muito em tamanho.

 Chennai e seu famoso porto
Trecho situado a norte do porto experimentando erosão severa (veja foto abaixo)

Trecho em erosão. Ao fundo é possível ver o porto de Chennai

Trecho situado a sul do porto onde ocorreu retenção de sedimentos causando progradação da linha de costa (Marina Beach)

Trecho em progradação. Ao fundo é possível se ver o porto. Esta praia (Marina beach)  é um local muito utilizado para lazer pela população local.

Este é um pequeno clip de Marina Beach ao final da tarde. Muito bucólico. As moças com os bastões vigiam a praia impedindo que as pessoas entrem na água.

Chennai também foi duramente atingida pelo tsunami de 2004. A imagem abaixo mostra o efeito do tsunami em Marina beach:
Madras é o antigo nome de Chennai e foi fundada com o nome de Fort St. George tendo sido a sede da Companhia Inglesa das Índias Orientais até 1773.  É a quarta maior cidade da India. Do ponto de vista do meio físico sua zona costeira se assemelha bastante à nossa costa leste, apresentando uma série de deltas dominados por ondas, como aqueles mostrados abaixo.  Esta abundância de deltas na costa oriental deve-se ao fato da maior parte dos rios indianos nascerem próximo à costa oeste e desaguarem na costa leste. Alguns deles apresentam uma semelhança marcante com os nosso deltas (por exemplo o delta do São Francisco).

Fisiografia da India - observe que quase todos os grandes rios nascem na porção ocidental e desaguam na Baia de Bengala, na costa oriental formando deltas dominados por ondas.

 Delta do Rio Godavara (veja mapa fisiográfico acima para localização)
Delta do rio Manahadi (veja mapa fisiográfico acima para localização)

Delta do Rio São Francisco (compare com a imagem acima do delta do rio Manahadi)

Madras é também o nome de um tipo de camisa quadriculada de algodão, com cores vibrantes, que lembra os padrões dos kilts escoceses. Este tipo de camisa leve, produzida originalmente na região,  terminou fazendo sucesso em todo o mundo.
 Camisa tipo Madras

2 comentários:

  1. Muito interessante a postagem! As imagens, as fotos e o vídeo ficaram excelentes. Os Deltas são semelhantes aos nossos, a diferença que se pode notar nas imagens é densidade da ocupação! "Lá tem muito mais gente". rs

    ResponderExcluir